Categorias
Artigos

A pandemia não vai nos tirar a empatia

Isolamento remete à solidão. As pessoas podem entrar em depressão nesta situação. Precisamos nos cuidar, em termos físicos e mentais, para que essa pandemia não vire um pandemônio. Atividades físicas, contatos à distância, estudar e se automotivar, pensando em coisas boas e novas que podem criar e aperfeiçoar, no trabalho, em casa, na vida de alguém que você ama, mas está distante agora.

O ser humano precisa se movimentar para não se deprimir. Fitness intelectual é uma boa saída para o momento crítico. Quando lemos um bom livro, vemos um bom filme, trocamos experiências mesmo que a distância, estamos construindo uma rotina mental positiva. Não fique no grupo de lamentações, de pessoas que se sentem derrotadas, que reclamam do momento e que nada criam para ocupar seu tempo e desenvolver seu pensamento.

Lembre-se que o universo é entrópico. Entropia significa entrar para sair do caos. Nesta hora, ficamos mais fortes quando superamos. Segundo o mestre e amigo Tejon, superação é o que você faz e aprende quando está superando. O limiar da dor e o poder do incômodo, tratado em seus livros e teses, me inspiram a dizer que esta crise mundial vai nos machucar ao ponto de nos deixar sóbrios, unidos e muito mais corajosos. O mundo melhor, depende de gente que se une, que coopera, que supera.

Tenho motivado vendedores com palestras online, que nem de perto tem o mesmo brilho de um encontro presencial. No entanto, tem seu valor: conecta as pessoas de uma maneira diferente e as mantém no foco de que são elas que criam o mundo novo, que colocam dinheiro novo nos negócios, que distribuem riquezas  e mantém a economia aquecida, porque são vendedores e vendedoras, que por si só, não têm o direito de se isolar. Afinal vender é a arte de fazer as pessoas mais felizes.

Convoco todos os vendedores a praticar sua venda como forma de humanização, pois essa pandemia não irá nos tirar a empatia.

Por Marcelo Ortega

Marcelo Ortega é treinador especialista no desenvolvimento de técnicas e atitudes que determinam crescimento, lucratividade e aumento de produtividade dos vendedores e áreas afins como marketing, atendimento, suporte ao cliente, contact center, pós-venda e relacionamento com clientes internos e externos.

Palestrante internacional, com mais de 22 anos de atuação em todo o Brasil, atingiu também reconhecimento em outros países, como Paraguai, Argentina, México, Uruguai, Chile e em especial, destacou-se por três anos seguidos (2008/2009/2010) na Europa, na Espanha e em Portugal, tendo uma presença marcante nos congressos empresariais da EGP – Escola de Gestão do Porto e Congresso Internacional de Vendas promovido pela KLA. No Brasil, está presente nos mais importantes eventos e congressos, como Congresso Nacional de Vendas pela KLA (2007, 2009, 2011 e 2012) e ExpoVendaMais, onde fez palestras em 2006, 2007 e 2008, tendo mais de 98% de aprovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *